• Cliniprev

O que vem antes da menopausa?

A menstruação é uma condição natural e exclusiva de mulheres. Quem nasce com sistema reprodutivo saudável começa a sangrar na pré-adolescência e menstrua pela última vez dos 45 aos 55 anos, em média.


Entretanto, o sangramento não cessa de uma hora para outra. Antes, a mulher passa por um período de transição chamado pré-menopausa. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Mulher de meia idade

O que acontece na pré-menopausa?


A pré-menopausa é o período de transição entre a fase reprodutiva e não reprodutiva da mulher. Se trata de um processo hormonal, onde a quantidade de hormônios no organismo diminui e os sintomas derivados podem variar de pessoa para pessoa.


Alterações no ciclo menstrual, oscilações de humor, onda de calor, falta de libido e de lubrificação, cansaço e até mesmo uma leve depressão são as reações mais comuns.


Quais os sinais da menopausa?


No geral, os sintomas da pré-menopausa se confundem com o da própria menopausa. Siga a lista:

  • Alterações de humor;

  • Ausência de menstruação meses seguidos;

  • Cansaço frequente e sem causa aparente;

  • Dificuldade para dormir ou piora na qualidade de sono;

  • Diminuição da libido;

  • Ondas de calor que começam de repente e sem causa aparente;

  • Queda de cabelo;

  • Secura vaginal;

  • Suores noturnos intensos, que prejudica o sono.


Existe tratamento para a pré-menopausa?


O tratamento hormonal para a pré-menopausa e a própria menopausa não é um consenso, pois apresenta prós e contras.


Contraindicações


Um artigo de 2019, publicado no Brazilian Journal of Health Review é enfático ao falar sobre as contraindicações:


“A terapia hormonal (TH) é contraindicado em pacientes acometidas por cancros hormonodependentes, trombopatias em geral doenças cardiovasculares e hepáticas, a depender das características clínicas apresentadas pela paciente certos cuidados devem ser tomados tornado a terapia contraindicada (ÁGUAS, 2011).

Por conta disso, é de grande valia destacar a necessidade de investigação de histórico de tromboembolismo, mastopatia funcional, fatores relacionados à obesidade, períodos pós-cirúrgicos, exclusão de hábitos como o tabagismo, miomas e cistos de ovários (ATHAYDE, 2012).”


Benefícios


Em contrapartida, outra publicação, aceita pela Revista Eletrônica Acervo Saúde no final de 2018, aponta os benefícios do tratamento. Ao excluir os pontos contraindicados revelados acima, a mulher na pré-menopausa pode experimentar:

  • Redução do risco de desenvolver uma doença cardiovascular em aproximadamente 50%;

  • Diminuição da intensidade das ondas de calor em 87% e da frequência em 75%;

  • Redução de 36% nos riscos de infecção do trato urinário.


Caso você esteja no grupo contraindicado para a realização do tratamento de reposição hormonal, a adoção de hábitos saudáveis (evitar fumar, beber bebidas alcoólicas e cafeína) aliados a uma alimentação direcionada pode ajudar você a diminuir sintomas, consulte seu médico e nutricionista para receber orientações.



Se você está sentindo esses sintomas ou atingindo a idade em que a pré-menopausa chega, não hesite em cuidar da saúde. Procure especialistas, coloque seus exames em dia e cuide da sua saúde por completo.


Aqui na Cliniprev você encontra médicos, nutricionistas e psicólogos que vão auxiliar nessa jornada.