• Cliniprev

Doenças que mais afetam os homens e cuidados com a saúde para prevenir

O mês de novembro também é conhecido como Novembro Azul, período em que ocorre forte campanha para a conscientização da saúde do homem. Mas você está por dentro de quais doenças mais afetam os homens e quais cuidados com a saúde para se prevenir?


Listamos nessa postagem, dados importantes sobre a saúde masculina e quais cuidados devem ser tomados para reduzir os índices que estão cada vez mais alarmantes, continue a leitura e saiba mais:

Homem cuidando da saúde

Onde surgiu o Novembro Azul?


A data nasceu, inicialmente na Austrália em 2003, o movimento conhecido como “Movem-ber” surgiu entre amigos, que combinaram de deixar o bigode crescer para mostrar solidariedade com a saúde masculina.


O termo é a junção de “moustache” que na tradução significa bigode, e “november”, que significa novembro. O período escolhido se deve ao fato de, em 17 de novembro ser comemorado o Dia Mundial Do Combate ao Câncer de Próstata.


O movimento teve forte engajamento entre os populares e ganhou o mundo todo. Hoje a data é conhecida principalmente no Brasil, e serve para refletirmos sobre a saúde masculina e quais cuidados devem ser tomados.


Doenças que mais afetam os homens


Antes de mais nada, é preciso saber que as razões que mais matam os homens entre 20 e 59 anos são fatores externos, isto é, nem chegam a ser doenças, são acidentes que podem acontecer ao longo da jornada.


Ferimentos letais com armas de fogo, arma branca, acidentes de trabalho e transporte são muito comuns entre a população masculina. Mas, vale ressaltar que, logo após a esses fatores, existe uma lista de doenças que podem ser evitadas com hábitos de vida mais saudáveis, ou descobertas mais ágeis, se a visita ou médico acontecer com mais frequência.


Doenças no sistema circulatório

Conhecida como a segundo maior causa de morte entre homens, as doenças no sistema circulatório são mais comuns do que você imagina. Casos como, infarto, acidente vascular cerebral (AVC), são campeões de mortalidade.


Câncer

O câncer é uma das doenças que mais mata homens, muito embora o câncer de próstata seja alvo de campanhas nesse mês, é preciso estar atento para o corpo como um todo. Muitas vezes a doença pode ser descoberta ainda em fase inicial e tem tratamento, mas para isso, é preciso que a visita ao médico e os exames de checkup aconteçam com frequência.


Problemas no aparelho digestivo

O fígado é um dos órgãos mais afetados quando o assunto são enfermidades, doenças causadas pelo consumo excessivo de álcool, nos apresentam estatísticas discrepantes. Estima-se que os homens representem 88% dos óbitos que são causados por cirrose, doenças hepáticas, entre outras.


Doenças respiratórias

O cigarro muitas vezes é um dos maiores vilões, e se tratando de doenças respiratórias não é diferente. Ele pode causar mais de 50 doenças, tudo isso devido ao alto índice de substância químicas que se fazem presentes em sua composição. Situações de câncer de pulmão, bronquite, doenças cardiovasculares, entre outras, podem acontecer devido ao consumo desse produto.


O cuidado pode salvar sua vida


De acordo com pesquisa feita em 2019 pelo psiquiatra Jairo Bouer, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), estima-se que apenas 3,5% dos meninos entre 13 e 17 anos vão ao médico urologista, responsável pela saúde masculina. Quando pensamos em sentido mais amplo, é possível ver que isso se aplica a todas as áreas da saúde ao longo da vida. Ou seja, homens não possuem o hábito de frequentar o médico, mas isso precisa mudar.

  • O cuidado pode começar por aí, marque uma visita ao médico ao menos anualmente, faça checkup total, para saber se a saúde está em dia e em qualquer situação adversa, procure saber mais.

  • Tenha hábitos saudáveis, opte por alimentos naturais e que são fontes de energia.

  • Evite fumar, já foi comprovado que o tabagismo causa vários problemas para a saúde, por isso o ideal é que você evite ao máximo.

  • Limite o seu consumo de álcool, essa é uma substância tóxica e psicoativa, podendo causar dependência.

  • Pratique atividades físicas regularmente, elas ajudam a manter o peso saudável, reduz os riscos de doenças e melhora a qualidade de vida.

Essas e outras dicas podem fazer a diferença na saúde do homem, mas antes de tudo, é preciso que você esteja disposto a se cuidar, realize exames preventivos com frequência e procure hábitos saudáveis para viver bem.

 

O mês de novembro está acabando, mas a campanha visando a saúde masculina precisa permanecer o ano todo.


A Cliniprev conta com profissionais qualificados para atender nas mais diversas especialidades e assim, contribuir com a sua saúde.